27 de outubro de 2015

Recado para o Riva

Você tem sido o único seguidor deste blog a valorizar minhas mal traçadas linhas. E tem permitido o resgate de antigos posts que ganharam pneu, ou seja, nem um mísero comentário quando publicados. 

Em 2009, quando iniciei o blog, confabulava somente com meus botões. Jogava garrafas ao mar e elas jamais retornavam. 

Permaneci ilhado muito tempo. Tal qual um Robinson Crusoé dos tempos modernos, fiquei  isolado (e olha que tinha comunicação via satélite, GPS, estas coisas modernas).

Escrevi sobre santos, frutas e animais, uma trilogia de sandices (com licença do Freddy, dono dos direitos) que, sem modéstia, melhor trabalhados, poderiam dar bom caldo.

O relativo aos animais teve um só comentário, seu Riva, isso quatro anos após a publicação. Está em: 

O texto referente as frutas continua virgem como deveria ter permanecido Eva pelo gosto do Criador. Vai lá e comenta para tirar o pneu (rsrsrs).

E o post sobre santos continua intocado, sem comentários, já nem digo inteligentes. Qualquer um. Esse post, dos animais, está como certas encíclicas papais todo mundo cita mas ninguém lê. Ele foi mencionado nos últimos dias, mas comentários neca de pitibiribas. Olha lá:

Ô Kayla, dá uma força. Não tendo com você a mesma intimidade que tenho com o Riva, faço o apelo aqui escondidinho no final. Vai que você não quer ser conhecida como "aquela que frequenta o Pub da Berê".

Gente, não me deixem só!!! (Êpa essa é do Collor).



16 comentários:

Riva disse...

Eu tenho uma estratégia com o blog. Vou lendo e salvando os novos posts na Barra de Ferramentas, até eu sentir que aparentemente esgotaram-se os comentários. Geralmente não passa de quatro, historicamente falando.

E aí, creio que como a maioria, não retorno mais àqueles (gostou, Profª Rachel?) que deleto da Barra de Ferramentas.

Devo ter dado uma viajada pelo blog umas 3 ou 4 vezes, porque realmente gosto de rever as matérias ... e aí sim, poderia comentar ; mas nem sei se alguma vez já o fiz, pelo simples fato de que o Blog Manager saberá que por lá passei, mas o autor não saberá, nem ninguém mais.

Os meus posts estão salvos em um arquivo "familiar" entitulado Minhas Crônicas, para posteridade rsrsrs. De vez em quando mando para meus filhos, atualizado.

Lendo sua "angústia" inicial com o blog, entendo-a e fico imaginando que o mesmo deve ocorrer com um autor de um livro, acompanhando as críticas e os números das vendas.

Passei por esse sentimento quando minha banda de rock lançou sua primeira música em uma rádio. A expectativa e ansiedade eram imensas, e aí, um ponto de discordância com o Freddy, quando no post anterior ele disse que quem cria não espera sucesso. No nosso caso, esperávamos sucesso sim, era esse o objetivo ao colocar a música na Maldita FM.Divulgar o nome da banda.

Mas também queria dizer que o pneu ou zero tem seu valor numérico. Não significa que o texto é ruim. Às vezes até é tão bom que intimida o leitor, que fica sem saber o que acrescentar. Mas foi lido, quiçá diversas vezes. Nas minhas provas da escola, só tirava zero quem deixava em branco.

Para os antigos,em numerologia, o zero é o todo, o início, o fim e também o meio ... rs

Em resumo : pneus são o todo, fazem parte da sua obra, do nosso blog, e lá permanecerão intocáveis, não revelando seu misterioso significado .....



Jorge Carrano disse...

Obrigado!

Carlos Frederico disse...

Acho bom começar uma campanha do tipo "releiam e comentem o Generalidades Especializadas desde o início".

Muitos dos posts são atemporais, já outros têm a ver com o momento em que foram postados. Os primeiros continuam valendo como comida tirada do freezer e corretamente requentada. Ficam como novos!

Eu, como Riva, também tenho meus textos catalogados. A intenção é juntá-los num livro de crônicas. Afinal já são 117 assuntos em 145 posts (tem aqueles com parte 1, 2, 3, etc).

Carlos Frederico disse...

Sobre o comentário do artista buscar o sucesso (Riva).
Posso ter sido mal interpretado. Muitos artistas em diversas categorias se lançam na produção de suas criações, sim, almejando um dia serem bem sucedidos. Só que não dá para você (o artista) sentar e dizer: agora vou criar uma obra prima.

Uma ou outra exceção faz valer a regra.
Tem vezes que o cara olha o que fez e pensa consigo mesmo: isso vai "explodir". E "explode" mesmo.
Outras vezes, geralmente acontece com escritores ou cineastas, embarcam na versão 2, 3, 4 sobre uma matriz que já fez sucesso.

Harry Potter é um exemplo: quantos capítulos forem escritos, quantos vão vender como bolos quentes. Mas será que J.K. Rowling sabia, ao escrever o primeiro volume, que ia ficar rica? Que sua criação ia virar até atração num parque de Orlando?

Quem criou o cubo mágico fê-lo esperando uma febre mundial? Ou o Tamagotshi? O boneco Mug, febre nacional de curta duração?

E quantos artistas fizeram sucesso só depois de falecidos? Van Gogh é um bom exemplo.

Portanto, há uma diferença entre criar PARA FAZER sucesso e criar e DEPOIS VIRAR sucesso, fruto do valor intrínseco ou de promoção e patrocínio.

RIVA disse...

Ok. No meu caso na banda de rock Reino de Magog, a gente criava e criava sem nem querer saber se a galera gostava ou não. Estávamos realmente numa fase notável de criatividade musical e de letras das músicas.

Lembro como foi difícil escolher entre nós, qual a música a ser gravada para a Rádio. Como saber qual seria a música que as pessoas mais gostariam de ouvir ?
Até porque, naquela época, era muito caro entrar em estúdio para gravar, tendo em vista não existirem as tecnologias que hoje temos num telefone celular !

Escolhemos o famoso estúdio do Ed Lincoln (grande figura, grande pessoa), na Lapa, pela tecnologia que possuía na época.

Para vcs terem uma idéia, uma música que ficaria no fim com 3 minutos e 30 segundos de duração, tempo ideal para tocar numa rádio, nos custava pelo menos 10 horas dentro de um estúdio, com dezenas de gravações. Hoje em dia vc leva a música quase pronta de casa !!

Mas então, o foco era bombar na Rádio e o nome da banda ficar conhecido, para poder tocar nos "points"" da época : Mamão com Açúcar (do R Amaral), Enchanted Valley (do filho do Nelson Rodrigues), Mistura Fina na Lagoa, Metrópolis em São Conrado (onde conseguimos tocar), Rockódromo em Niterói (conseguimos tb), e outros.

Mas em resumo, não dá para saber o resultado. Ninguém sabe, a não ser que role MUITA GRANA para tocar tocar tocar e tocar nas rádios, pq acaba entrando na cabeça das pessoas. Exemplo ? URSINHO BLAU BLAU, do Absyntho ..... tocava pra KcT nas rádios da época.

Enfim .... para terminar ..... Harry Potter ... li o primeiro livro e não consegui ler mais nenhum. Mas ...... podendo, não deixe de ir a Orlando, na Universal, ver aquilo de perto. É SIMPLESMENTE ESPETACULAR !!

Riva disse...

Não vai rolar nada de Halloween ?

Carlos Frederico disse...

Sugeri e estou cumprindo. Comecei a reler do primeiro post em diante. Em alguns, já deixei comentários. Hoje fui até o post sobre o Vasco da Gama (03/12/2009).
<:o)

Jorge Carrano disse...

Já moderei seus comentários, Freddy.
Você acabou por gerar trabalho para mim, pois alguns deles merecem uma réplica (rsrsrs).
Vou deixar para o final de semana. Ainda bem que o programa (blogger) tem uma pasta de arquivo dos comentários publicados, em ordem de entrada.

Já que você está relendo, ou lendo pela vez primeira, e aproveitando seu recente comentário de que pretende publicar alguns de seus posts, você poderia indicar os 20 ou 25 melhores melhores textos do blog para eventual futuro livro de crônicas.

Um dos antigos que você acessou, tenho especial carinho porque registra bons momentos de viagens (conheço os locais citados), a par do aspecto cultural ainda que só tangenciadas as questões históricas.
Trata-se do post sobre pontes, encontrável em:
http://jorgecarrano.blogspot.com.br/2009/12/as-pontes.html

Carlos Frederico disse...

Carrano, estou intrigado.
Não sei se é crítica ou elogio o que vou dizer.

Em 2009 você era bem mais solto e criativo que hoje, perdido que está em destilar fel e cicuta, através dos posts políticos, lutando contra o sistema, tentando com uma espada parar a pá do imenso moinho.

Pude observar aqui e ali até alguns afagos em Lula, que se dizia vascaíno (é corintiano quase fanático). Os textos eram recheados de citações e tiradas bem humoradas, dá bastante prazer em relê-las.

6 anos depois... Até que nos mais recentes posts você tentou voltar ao jeitão criativo, eu é que agora me perco quando tento decifrar algumas ciladas linguísticas usadas.

Ainda estou terminando 2009. Dilma nem assumiu ainda e já tem menção a bobagens que ela, como representante brasileira na Conferência do Clima, disse em Kopenhagen:

"- O meio ambiente é uma ameaça ao desenvolvimento" (D. Rousseff)

Portanto não é de hoje que ela é uma imbecil, já o era desde muito tempo atrás.
Logo logo adentrarei 2010.
=8-)

Jorge Carrano disse...

Vamos botar as coisas no lugar. Não que isto me encha de satisfação, mas o Lula, quando moleque em Pernambuco, era torcedor do Vasco.
E isso tem uma explicação. Quando o Rio era a capital do país, o campeonato carioca era o mais importante e as transmissões dos jogos para o restante do país eram feitas deste campeonato e não de São Paulo.
O clubes do Rio tinham enorme torcida no nordeste e o Vasco, em Pernambuco, uma imensa legião de fãs, até porque grandes ídolos do clube eram nascidos naquelas plagaS. Exexmpo? Ademir Menezes (o queixada).
Quando mudou para São Paulo, com a família, o Lula virou corintiano. Por conveniência.
Veja o que disse seu filho:

http://www.netvasco.com.br/n/164687/filho-de-lula-revela-que-ex-presidente-quase-enfartou-na-final-do-mundial-2000-que-reuniu-seus-2-times-vasco-e-corinthians

Lula iludiu muita gente. Tenho na memória um de seus primeiros discursos, quando lançou o programa (fracassado) Fome Zero, e com a voz embargada ( e lágrimas nos olhos) anunciou: ninguém mais passará fome neste país.

Revelou-se, aos poucos, o cabra safado que é. Enganador. Populista, recalcado, rancoroso e desonesto. Dono da verdade. Apedeuta convicto.
A família dele, realmente, jamias passará fome.

Riva disse...

Putz, essa estória de voltar atrás nos posts vai dar pano para manga !!! kkkkkkk

Eu acho que não pisei na bola ..... sou o mesmo Riva de 2009, pelo menos .... rsrsrs

Carlos Frederico disse...

Sobre Harry Potter: vi o primeiro filme e fiquei fã de Hermione. Comprei a série toda. Só não consigo rever o 5º episódio.

Sobre o que interessa hoje:
Palmeiras x Fluminense
Santos x São Paulo
Chapecoense x River Plate

Já pensou se baixa de novo o santo na Chapecoense e ela resolve reeditar suas partidas contra Inter e Palmeiras?? Ia ter argentino saindo de quatro do Brasil...

Jorge Carrano disse...

As transmissões às quais me referi eram de rádio, evidentemente.
Oduwaldo Cozzi narrando.

Pano pra manga é do tempo do chonga usado pelo Anônimo (rsrsrs).

Torcerei muito pelo Fluminense por uma razão, podemos chamar, interesseira. É que se ele se classifica para a final, deverá escalar time misto contra o Vasco no domingo.

E na final torcerei porque o time dos urubus está contando com 5 vagas para a Libertadores e o Fluminense ganhando a vaga (via Copa do Brasil), serão somente (talvez) quatro vagas para o Brasil. Isto porque acho impossível que o Fluminense se classifique entre os quatro do Campeonato Brasileiro.

Carlos Frederico disse...

Santos resolveu tudo em 23 minutos.
Chapecoense tentou mas não deu. Caiu de pé.
Fluminense com e sem Fred, dois times distintos. Até manco o cara incomoda. Só que quem tem Gum tem medo.

Jorge Carrano disse...

Um dos 5 melhores posts publicados, a meu juízo, não recebeu um mísero cometário sequer.

Um dia, quem sabe, farei a revisão do texto, corrigindo grafia, pontuação, concordâncias, estas coisas que no dia a dia ficam prejudicadas e colocarei num livreto contendo a seleção do blog.

Está em:
http://jorgecarrano.blogspot.com.br/2010/04/esgargalado.html

Riva disse...

Eu nunca tinha ouvido falar em esgargalar. Imaginei o que era, ao reler o post hoje.

(Fonte muito pequena desses posts mais antigos. Pra mim é bem ruim de ler..).

E ontem deu a lógica. Palmeiras na final, como queria seu mais ilustre torcedor, aquele fugitivo do FBI que preside a CBF.
Com 2 penalties inventados.
O soprador de apito estava tão preocupado com o FLU que nem deixou bater o escanteio, aos 3´48" do tempo extra de 4 minutos ...vai que os caras empatam o jogo !

7x1 sem fim ....um Brasil Bandido. Já imaginaram como vai ser o Caiado podendo andar armado no trabalho ? Aquela discussão de ontem com o ministro ia acabar em bala !!