17 de outubro de 2015

ARENGA

Na “Pátria Educadora”, universidades federais paralisam atividades durante meses;  ora são os funcionários, ora são os professores, e algumas vezes os próprios alunos entram em greve.

As motivações? As de sempre. No caso da UFF apareceu um componente novo, segundo constatei numa das faixas afixadas diante do campus: Greve pela conclusão das obras.

Para quem não sabe estão sendo construídos novos prédios com acesso pela avenida litorânea, na Praia da Boa Viagem. A obra é importante? Claro que é, haverá mais espaço físico, mais conforto, provavelmente ampliará o número de vagas, mas é daí? Fazer greve é a solução?

Greve o mais das vezes não soluciona coisa alguma. Sindicatos fazem encenação, com motivação política e ao final pouco conseguem além do que uma negociação civilizada resolveria.

Greve deveria ser um recurso extraordinário. E no serviço público proibida.  Se é serviço público  é a sociedade que é  punida com a greve. Não os governos.

Nas escolas dos ensinos médio e fundamental, também fazem greve. Isso quando a escola não fechou por causa da insegurança para os alunos e professores, em virtude de tiroteios, confrontos entre marginais e polícia ou entre quadrilha rivais.

Também fecham por falta de merenda (o prefeito desviou as verbas), por falta de água, e outras deficiências de infraestrutura.

Plágio sem-vergonha, e também sem escrúpulos, de um  comercial da Caixa. Está no ar, há bastante tempo, uma campanha dos postos Ipiranga, bem-humorada, que tem como personagem um mineirinho, com cara de matuto, que fabrica cestos artesanais de bambu e por estar em beira de estrada acaba sendo solicitado por muita gente a dar informação sobre serviços normais de postos de combustível e loja de conveniência.

Tudo que as pessoas perguntam ele manda verificar no Posto Ipiranga. E aponta com o dedo a direção. Muito bem bolado, e parece um campanha vitoriosa a julgar pelo tempo de permanência na mídia e pelas diferentes versões já produzidas.

Pois bem, não é que a Caixa (sua agência de propaganda) resolveu fazer um  comercial semelhante, usando o mesmo conceito. Um capiau indica, acenando com a cabeça, queixo à frente: procura o banco? Ali!

Isso o CONAR não fiscaliza?  Será que a agência de publicidade é a mesma? Tá faltando imaginação.

Por falar em comerciais, já viram a propaganda enganosa que nosso alcaide está fazendo na TV? Queimando nosso dinheiro. Quem votar mo próximo ano neste cara ou em alguém por ele indicado vai morrer com a boca cheia de formiga. É praga mesmo.

Para quem não sabe estou falando da cidade de Niterói.

Voltando as greves, vejam que coisa surreal. Os Correios (funcionários do) entraram em greve. Algumas faturas e boletos de pagamento de taxas de serviço público e outros compromissos financeiros chegaram com atraso aos destinatários. Pois bem, mesmo assumindo que haveria multa sem ter responsabilidade pelo atraso, o consumidor se dispõe a pagar e se dirige ao banco da esquina.

Chega lá, os bancários estão em greve. Aí você pensa, ainda bem que existem o Banco do Brasil e a Caixa Econômica, que são instituições públicas. Qual o quê. Estas instituições também estão em greve. Este país é uma piada. Piada de mau gosto.

Sei que você pensou que o pagamento poderia ser feito numa casa lotérica, que faz papel de agente financeiro. Ledo engano seu. Essas lotéricas só aceitam pagamentos de compromissos de valor até R$ 700,00. 

Não dá para pagar, por exemplo, plano de saúde. Cujas mensalidades são escorchantes.

Aí o modernoso me retruca. Por que não pagar pela internet? É tão fácil. É mesmo. Aguarde porque um hacker irá invadir o sistema do banco, descobrir sua senha e clonar seu cartão.

Quando isto acontece se você é correntista de banco privado, se aborrece, perde tempo, mas resolve. Se é do BB ou da CEF está frito. Vira um processo que vai até Brasília, para solucionar e, eventualmente, pode envolver Polícia Federal.

8 comentários:

Jorge Carrano disse...

Na minha "caixa de entrada":

"Napoleão Bonaparte, durante as batalhas, sempre usava uma camisa vermelha. E explicava p q: se fosse ferido numa delas, os soldados não notariam o seu líder sangrando, e continuariam a lutar com o mesmo ímpeto.
Dois séculos depois, inspirada no grande general francês, Dilma só usa calça marrom."

Ri muito! Por isso reproduzo aqui.

Paulo Bouhid disse...

Alguém vai observar que Napoleão nasceu na Córsega...

A moça deixa o Balé do Faustão e sai pelada numa Revista.
A outra é eliminada do BBB e sai pelada numa Revista.
A outra sai da Fazenda e sai pelada numa Revista.
É por isso que sou totalmente contra a saída da Dilma!!!

Jorge Carrano disse...

Pois é, Paulo, pelo visto já teremos que aturar a Maitê Proença nua, porque é quase certo que o Botafogo ascenda para primeira divisão.

Mas Dilma aí já seria demais.

Jorge Carrano disse...

Lula levou 4 milhas da Odebrecth. Vai ser bom de conferência assim na
Conchinchina.

http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2015/10/r-4-milhoes-pelo-lobby-os-contratos-milionarios-de-lula-com-odebrecht.html

Carlos Frederico disse...

Continuo achando que estão demorando para dar o desfecho final no PT. Corremos sério risco da grana armazenada em propinas ser usada a tempo de emperrar o sistema como um todo, inviabilizando qualquer movimento de mudança...

Alguns dizem que querem montar os processos de maneira que fique tudo muito bem claro e explicado. Não conheço os meandros da justiça, mas conheço a expressão "o ótimo é inimigo do bom". Se querem montar uma peça jurídica que resista a uma bomba atômica, pode ser que ela fique pronta daqui a uns 10 anos...

Jorge Carrano disse...

Eu não perdi a esperança. Alias tenho certeza que Lula um dia pagará pelo que fez de ruim pelo pais e pelo que fez de bom para si mesmo e sua família.
Não sei se cassaram os passaportes diplomáticos dos filhos (concedidos ilegalmente), mas quem sabe eles precisarão para fugir e se abrigar na Itália.

Jorge Carrano disse...

Lembram do Celso Amorim, um pau-mandado, que durante sua atuação como chanceler levou nossa até então respeitada diplomacia ao fundo do poço? Foi ele que perpetrou a distribuição de passaportes diplomáticos. Este ato (recomendação) de Lula já demonstrava o que ele viria a ser em matéria de desrespeito as leis, a moral e a ética.
Nunca me enganei sobre o molusco. Suas lágrimas eram falsas como sua encenação de greve de fome. Ridículo.

Jorge Carrano disse...

Não sei se sabem, mas há uma CPI m do BNDES. Esta CPI já pediu e irá receber todos os contratos de financiamento do banco para o exterior.
Principalmente para os países governados pelos bolivarianos amigos de Lula.
Quem sabe fica demonstrado que a proximidade de Lula com eles não se devia apenas a identidade ideológica?
Será que não tinha fisiologismo também?