7 de dezembro de 2019

Frutas de minha infância - continuação


Comíamos bastante fruta na década de 1940, durante e no pós-guerra. Em geral de produção caseira, cultivadas nos quintais. 

Meus tios maternos, no Rio de Janeiro e paternos, residentes em São Gonçalo, mantinham pés de frutas em seus quintais. 

Quase todo mundo tinha quintal. O crescimento vertical da cidade começou quando já era adolescente.

Nas praias ainda pouco frequentadas senão por pescadores, como Itaipuaçu e Piratininga, havia pés de pitanga. Nos terrenos baldios mangueiras e abacateiros eram frequentes. Mamoeiros nasciam em qualquer lugar junto a muros.

As pessoas que moravam nos morros e não eram favelados, apenas de baixa renda, e cujas mulheres lavavam roupa para fora ou trabalhavam como doméstica, mantinham árvores frutíferas em seus pequenos terrenos.

Tamarindo

Pitanga

Sapoti

Jabuticaba

Goiaba
Cajazeiro (pé de cajá)

Amora


As frutas que comíamos habitualmente eram banana, laranja, manga, abacate, melancia e abacaxi. Quem não tinha em seu quintal, ou no do vizinho, comprava nas quitandas.

Frutas reputadas como mais nobres, como pera, uva e maçã eram geralmente importadas da Argentina, e vendidas aqui nas mercearias.

Em algumas feiras era possível encontrar pêssego,  caqui, figo e uva tipo Itália, na época da safra, cultivadas em Jundiaí e  Vinhedo, em São Paulo.

O melão, assim como o caju, vinha do Nordeste, acho que de Pernambuco.

Nozes
As frutas secas, que comíamos no Natal, tipo coquinho, como noz, avelã e amêndoa, eram importadas. Tal como a tâmara e a cereja.


Avelãs
O Norte e o Nordeste,  são pródigos em frutas pouco conhecidas entre nós, na região Sudeste. Hoje pouco conhecidas, no passado desconhecidas. Já,ouviu falar em araça, em umbu, em ciriguela? Mesmo a acerola, agora bem difundida por aqui, na minha infância ninguem conhecia.

4 de dezembro de 2019

Frutas de minha infância


Já falei aqui sobre frutas. Mais de uma vez. Numa delas porque fiquei surpreso quando meu filho, com mais de 40 anos de idade, não vira um tamarindo.

Não sabia o formato, a cor e nem o paladar da fruta. No cardápio da lanchonete havia o suco de tamarindo e ele resolveu experimentar. Provavelmente para jamais repetir a experiência.

Vamos combinar que suco de tamarindo é para profissionais. Mas a surpresa de constatar que meu filho não conhecia a fruta me surpreendeu.

Depois disto passei a acreditar no relato de minha mulher, que até então tomava como gozação. Consta que este meu filho teria dito a uma das primas que estava louco para subir num pé de cana, ao saber que mudaríamos para São José de Imbassaí.

Convivi com frutas silvestres, e cultivadas, durante minha infância. Onde morava, em Niterói, e também nas casas das tias (irmãs de minha mãe) que moravam no Andaraí (rua Paula Brito), em Vila Izabel (na rua Barão de Cotegipe) e no Grajaú (rua Borda do Mato).

Também um dos irmãos de meu pai morava numa casa em centro de terreno, com pés de laranja e tangerina. Logo na entrada, ao lado do portão de madeira, havia uma enorme árvore: uma tamarineira.


Estas frutas abaixo fizeram parte de minha infância.

Abricó, não é abiu

Abricó aberto

Abiu

Abiu aberto

Carambola

Carambola aberta


Jambo

Jambo aberto

Pinha ou fruta-de-conde

Pinha aberta
Segue em próxima postagem. Faltam muitas. E estou me limitando a região Sudeste e a minha infância.


Imagens: colhidas via Google.

3 de dezembro de 2019

Ah! Os esquerdistas.

Recebida via WhatsApp

Depois das frases do Nelson Rodrigues sobre marxistas, comunistas e afins, ontem publicadas, nada melhor do que uma sátira bem articulada de uma pauta de reunião esquerdista. Reproduzida com autorização do autor.



"EXCLUSIVO!!! REUNIÃO DE PAUTA DO 247!!!


Alberto Saraiva

- Pô cara, a gente precisa arrumar umas pautas quentes contra o Bozo!!!
- Tá difícil. O homem parece que é de teflon. Nada pega nele!!!
- E o porteiro, que falou o nome dele?
- Já arregou. Disse que se enganou.
- E o Queiroz? Vamos bater na tecla do Queiroz!!
- Qual deles?
- Como assim, qual deles?
- O cara que matou Marielle também se chama Queiroz!!!
- PQP! É muito azar!!! Então voltamos pro Marielle Vive!
- Rapaz, melhor não. Quem mandou matar Marielle foi o Brazão, amigo do Cabral, enrolado no caso do TCE...
- Assim não dá... Como a gente faz pra dizer que o Bozo é corrupto?
- Corrupto? Mais fácil dizer que ele é gay!!! O cara era discriminado quando deputado porque não aceitava bola!!! Só pode ser um ET!!!
- Já sei!!! O partido dele vai ter o número 38. Vamos dizer que é o teto de votos dele!!!
- Ah, tá, gênio! Então o teto de votos do PT é 13??
- Pô, é mesmo... Então vamos cair de pau, porque é calibre de arma!!
- Tá. O PSDB é 45. O PL é 22. E o PSOL é 50. Ponto 50!!! Além do mais, até as tias do Zap tão gostando!!
- Sério? Cacete, então... então... Vamos atacar o pibinho dele! Vai ser no máximo 1%!!!
- E você acha que aquele fascista não vai jogar na cara da mídia que a Anta, ops! a Dilma, teve dois anos de PIB negativo de 3,5%???
- Pô, assim não dá pra fazer oposição!!!
- Qualé, cara??? Você tá virando eleitor do Bozo, é???
- Sim, quer dizer, não!!! Mas agora, com Lula livre, vamos tomar o discurso de volta!!!
- Rapaz, o Lula foi pro Nordeste tomar um banho de povo e quase tomou um banho de ovo. Vaia não faltou, foi um vexame!!!
- Mas a gente não vai publicar isso, né?
- Claro que não! Manda editar as fotos, mescla com as da torcida do Flamengo, das do Inter, e vamos dizer que tinha 250 mil pessoas em Recife, no Largo do Carmo!!!
- Mas ali pega no máximo umas 30 mil!!!
- E daí? Lula, na Europa, dizia que no Brasil tinha 25 milhões de crianças na rua. E todo mundo acreditava!!!
- Mas isso foi antes das redes sociais...
- Pois é, a merda toda taí!! Agora uns dez caras com celular destróem tudo que a gente levou décadas construindo!!!
- E o desgraçado do Bozo deu uma banana pra mídia. E usa as redes como ninguém!!!
- Esse cara deve ter parte com o diabo!!!
- Acho que não. Acho que é com Deus. Nem facada matou o bicho...
- Olha, eu tô achando que tu tá virando o fio e agora é bolsonarista!!!
- Deus me Livre!!!
- Deus? Mas você sempre foi ateu!!!
- Acho que tive uma epifania... "E conhecerás a Verdade, e a Verdade nos libertará!!!
- Fora daqui!! Fora!!! Ou vou dar um tiro na sua cara!!!
- Com um 38???? Já tá registrado??! Fui!!!! Kkkkkkkkkkkk

Alberto Saraiva, armado até os dentes contra esquerdistas de todos os calibres.

(Compartilhamento autorizado, desde que sem edição nem supressão da autoria)

1 de dezembro de 2019

Nelson, definitivamente, definitivo

Pedindo vênia ao nosso maior dramaturgo, cronista versátil e sociólogo diletante, ofereço estas sentenças definitivas à parte marxista da imprensa brasileira. Risíveis. Bizarros.

Tudo entre aspas:


Nada mais cretino e mais cretinizante do que a paixão política. É a única paixão sem grandeza, a única que é capaz de imbecilizar o homem. [ Nelson Rodrigues ] 

Não há ninguém mais bobo do que um esquerdista sincero. Ele não sabe nada. Apenas aceita o que meia dúzia de imbecis lhe dão para dizer. [ Nelson Rodrigues ] 

"Hoje, o não-marxista sente-se marginalizado, uma espécie de leproso político, ideológico, cultural etc etc. Só um herói, ou um santo, ou um louco, ousaria confessar publicamente: 'Meus senhores e minhas senhoras, eu não sou marxista, nunca fui marxista". E mais: "Considero os marxistas de minhas relações uns débeis mentais de babar na gravata'."
[ Nelson Rodrigues ] 


"No Brasil, o marxismo adquiriu uma forma difusa, volatizada, atmosférica. É-se marxista sem estudar, sem pensar, sem ler, sem escrever, apenas respirando." [ Nelson Rodrigues ] 


"D. Helder só olha o céu para saber se leva ou não o guarda-chuva." [ Nelson 

Rodrigues ] 

"Outrora, o remador de Bem-Hur era um escravo, mas furioso. Remava as 24 horas por dia, porque não havia outro remédio e por causa das chicotadas. 

Mas, se pudesse, botaria formicida no café dos tiranos. Em nosso tempo, o socialismo inventou outra forma de escravidão: "a escravidão consentida e até agradecida." [ Nelson Rodrigues ] 

"Assim como há uma rua Voluntários da Pátria, podia haver uma outra que se chamasse, inversamente, rua Traidores da Pátria." [ Nelson Rodrigues ] 

NOTA:
Dom Hélder Pessoa Câmara foi um bispo católico, arcebispo emérito de Olinda e Recife. Foi um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e grande defensor dos direitos humanos durante a ditadura militar no Brasil. Pregava uma Igreja simples, voltada para os pobres, e a não-violência. Wikipédia
Era um padre de passeata ano dizer do Nelson Rodrigues. 


30 de novembro de 2019

As voltas que o mundo dá


"A Lusitana" é uma empresa transportadora. Especializada em mudanças. Tem (ou tinha) como slogan "O mundo gira e a Lusitana roda".

Com efeito o mundo dá muitas voltas. Confiram nestas duas histórias abaixo, extraídas da vida real:

Primeira história:
Há muitos anos Al Capone dominava a cidade de Chicago-EUA, e a maioria dos  crimes como homicídios, contrabando, bebidas, drogas e prostituição, tinha a sua participação. Capone tinha um advogado apelidado de "Easy Edie", que por seu notório saber jurídico e alto envolvimento com a banda podre da polícia, mantinha o seu cliente bem distante da prisão.O advogado ganhava muito e tinha uma mansão tão grande que ocupava um quarteirão inteiro numa das ruas principais de Chicago. Possuía uma grande fortuna e mostrava pouca preocupação com as atrocidades cometidas por Al Capone. No entanto "Easy Edie" tinha um filho que amava muito e apesar do seu envolvimento com o crime organizado tentou lhe ensinar o que era certo e o que era errado. Queria que seu filho se tornasse um homem de bem, melhor do que ele. Apesar de toda a riqueza ele não podia transmitir ao filho um nome honrado e um bom exemplo.Um dia "Easy" chegou a uma difícil decisão. Tentou corrigir as injustiças que tinha praticado em favor do seu cliente. Decidiu que iria às autoridades, e contaria tudo o que sabia sobre Al Capone e sua quadrilha. Com essa atitude limparia o seu nome manchado e ofereceria ao filho, um bom exemplo. E assim procedeu.Dias após foi metralhado e morto pela quadrilha de Al Capone. A polícia recolheu em seus bolsos um rosário, um crucifixo, uma medalha religiosa e um poema, recortado de uma revista e transcrito abaixo:
"O relógio da vida recebe corda uma vez e nenhum homem tem o poder de decidir quando os ponteiros pararão, se mais cedo ou mais tarde. Agora é o único tempo que você possui. Viva, ame e trabalhe com vontade e honestidade . Não ponha nenhuma esperança no tempo, pois o relógio pode parar a qualquer momento"

Segunda história:           
A Segunda Guerra Mundial produziu muitos heróis. Um deles foi o Cmt Butch O' Hare. Ele era um piloto de caça operando no porta-aviões Lexington, no Pacífico Sul.

Edward (Butch) O'Hare
Um dia a sua esquadrilha foi enviada para uma missão. Quando já estava voando, notou pelo medidor de combustível que alguém tinha esquecido de encher os tanques. Ele não teria condições de cumprir a missão, e comunicou ao chefe da esquadrilha, recebendo de imediato ordem para voltar para o porta-aviões, e assim procedeu. Quase chegando ao seu destino, observou que uma esquadrilha de aviões japoneses se aproximava do navio para afundá-lo. E que não teria tempo de avisar a sua esquadrilha para ajudá-lo. E sozinho O'Hare investiu contra os caças japoneses. Após intensa batalha conseguiu afugentá-los. Tudo foi documentado pela máquina fotográfica do seu avião. Ao chegar no porta-aviões comunicou de imediato o que ocorrera, ao Comandante do navio. Isso ocorreu no dia 20 de fevereiro de 1942. Por essa ação recebeu a Medalha Congressional de Honra, a mais alta condecoração de bravura na Guerra.No ano seguinte morreu em combate aéreo, aos 29 anos de idade. A cidade de Chicago homenageou um dos seus principais heróis, colocando o seu nome no mais importante aeroporto da cidade: Aeroporto Butch O' Hara.

Epílogo: O que tem a ver a primeira história com a segunda ? Tudo a ver: Butch O' Hare era o filho de Easy Eddie.


Nota: confira a história na Wikipédia.
https://en.wikipedia.org/wiki/Edward_O%27Hare

29 de novembro de 2019

BLEQUE FRAIDEI






Foi importada depois do ralouim.





Aguardem a chegada do tanquesguivingui.





Esta última data comemorativa é ansiosamente aguardada por certa comunidade chegada a entrar no peru.



Na bleque fraidei compramos pela metade do dobro, o que poderia ser comprado com pagamento parcelado, com entrega em casa, sem custo de frete.

Como o brasileiro deturpa tudo, a black friday é apregoada e adotada durante todo o  mês de novembro. E é capaz de ultrapassar aparecendo um Papai Noel indo aproveitar a promoção black friday de uma loja de departamentos.

Recebo no smartphone, dia 16, mensagem da Drogaria Pacheco informando que começou a black friday na cadeia de lojas. O Makro inventou o aquecendo a black friday, antecipando a promoção. As Casas Bahia também estão antecipando as promoções. Até  a Globo embarcou nesta e inventou a semana: black segunda, black  terça, black  quarta, black quinta e black friday, para produtos anunciados no canal. Assim mesmo misturando os idiomas.

Se observarem, algumas universidades particulares, operadoras de telefonia celular, igrejas, restaurantes, cinemas, clínicas médicas, embarcaram nesta fajutice da sexta-feira negra. Faça sua operação de catarata aproveitando as vantagens da black friday nesta semana. UAU! 

Nem o futebol ficou de fora. O Premier está concedendo desconto para uma assinatura por três meses. Parece que o Metrô, no Rio, também desembarcou na Black Friday. Será que as casas de massagem entraram no clima?

Acaba de entrar mensagem anunciando "Cheirinho bom de black: desodorante Nívea aerosol 150 ml." Acho que o anunciante acredita que a simples menção de black vai me levar correndo até a drogaria.

Mas o pior, pior mesmo, é a loja de departamentos anunciar que vai antecipar para quarta-feira  a black friday. Acabou o horário  de verão, agora antecipamos os dias da semana.

Durma-se com um barulhos deste. 

O Santander foi mais correto, quer dizer, melhorou o discurso criando a black week. Uma rede de supermercados prorrogará a black friday, ou seja, teremos uma próxima semana de sexta-feiras.

A "Americanas" concebeu a red friday ... ou seja, podemos aguardar a blue friday, a yellow friday e por aí vai.

A famiglia também entrou no embalo. E nada ganho com isso:
https://www.carrano.com.br/

De minha parte prefiro a sexta-feira como dia de cerveja e da perereca beber de canudinho.

Depois querem acabar com a imagem de que criamos a black fraude. Ah! , esses marqueteiros.

28 de novembro de 2019

Não fiquei feliz, mas foi justo


A cliente, nos prolegômenos que antecedem invariavelmente  a consulta propriamente dita, ao invés de comentar o tempo, meio estranho para um final de novembro, optou por me perguntar se estava feliz com o título do Flamengo.

Diante de meu seco e lacônico não, argumentou que deveria estar pela conquista de um brasileiro. Acho um pouco pobre o argumento, mas para não ficar indelicado, ponderei que não ficara feliz para achara justa a vitória e o título resultante.

Com efeito seria estupidez não admitir que o Flamengo montou um bom elenco e vem jogando um fetebol vistoso e competitivo.

Como venho de longe, percorrendo uma longa estrada, já tive oportunidade ver o Flamengo com bons times, igualmente vitoriosos, como aquele tricampeão carioca (1953/54/55).


O time tinha uma linha média composta por Jadir, Dequinha e Jordan. E no maio campo o talentoso Rubens, chamado pela galera de  Dr. Rubis.

Em 1981 o rubro-negro conquistou o título mundial de clubes, com um time que tinha seu ponto alto no meio campo, com Andrade, Adílio e Zico. Mas tinha dois bons laterais: Junior e Leandro.


No elenco atual, cheio de jogadores de nível de seleção, meu destaque seria o jogador Bruno Enrique, que reúne velocidade, imposição corporal, boa estatura e alguma habilidade.

É quase um Cristiano Ronaldo tupiniquim.