5 de junho de 2020

De pouco um tudo


Sistema Globo


Consta que o Grupo Globo (TVs abertas e fechadas, emissoras de rádio e jornais), atravessa grave crise financeira.

Tenho uma receita infalível, que de resto eles já experimentaram com êxito no passado. Precisamente em 2013.

Naquele ano num editorial lido em seu prestigiado telejornal  - Jornal Nacional - eles renegaram e consideraram um erro o apoio irrestrito emprestado aos militares em 1964.

Tal editorial lhes rendeu, por parte do governo petista, massiva veiculação de anúncios institucionais e liberação de empréstimos favorecidos do BNDES.

Poderiam agora virar a chave e passar a apoiar o governo Bolsonaro. Já venderam mesmo a alma e perderam a identidade quando daquele supramencionado editorial. Portanto uma guinada ideológica agora, praticamente voltando aos anos 1960/1970, não irá tisnar sua imagem.

Se a secretaria de comunicação social do governo aplica verbas públicas em sites pornôs e de fake news, porque não aplicaria no Grupo Globo se aliado do Bozo? 

A esquerda vem aí

O Bozo vai recolocar a esquerda no poder. E poderá não ser o PT. Poderá ser pior.

Já conseguiu melhorar a imagem do Congresso Nacional e do STF  junto a opinião  pública.

As pesquisas anteriores que apontavam para o legislativo 45% de conceito entre ruim e péssimo, agora na última pesquisa indicaram uma queda para 32%. O judiciário - STF - que tinha 39% de reprovação teve o índice agora reduzido para 26%.

O conceito do governo vem numa curva descendente e vem reabilitando instituições que estavam sendo alvo de muitas criticas.

O PT elegeu Bolsonaro, com certeza; e este colocará a esquerda de volta no poder.

Comparação Bolsonaro X NicolásMaduro

Nicolás Maduro, na Venezuela,  nomeou dezenas de generais com o intuito de blindar seu governo, afastando o risco de impeachment, ou deposição violenta mesmo.

Aqui o Bozo segue a mesma cartilha, nomeando vários militares, inclusive generais de pijama, imaginando estar protegido contra ameaças de ser apeado do poder. E no âmbito do legislativo, para escapar de eventual processo de impeachment, aproximou-se dos políticos que ele taxava de fisiologistas, membros do balcão de negócios, adeptos do toma lá dá cá, que ele esconjurava.

Apelido

Não costumava tratar o presidente pelo apelido de Bozo. Entretanto ao assistir uma matéria jornalística, quando ele diante de sua residência oficial,  no tradicional encontro com apoiadores pela manhã,  mencionou que sabe que colaram nele o  apelido - no caso Bozo - até esboçando um sorriso, acho que ficou liberado. Ele assumiu.

Frases idiotas, infelizes:

1) "Isso é uma gripezinha", do Bozo, em março, antes da Covid-19 fazer 32.688 vítimas fatais no Brasil (até ontem).
2) "Ainda bem que a natureza contra a vontade da humanidade criou este monstro chamado coronavírus", do apedeuta, corrupto e ex-presidente Lula.
3) "A escravidão foi benéfica para os descendentes", de Sergio Camargo, fascistoide, presidente da Fundação Palmares.
4)"Escória maldita", do reincidente específico, Sergio Camargo, a respeito do movimento negro.

Piadas

Ainda encontramos tempo para troças, chistes e blagues sobre a pandemia. Vejam abaixo:


Horário de recreação para idosos

Ontem, em minha caminhada, fui abordado por um policial militar, que educada e respeitosamente me disse: "Senhor terminou a hora".
Ergui o polegar em sinal de concordância.
Ele agradeceu e segui meu caminho de volta a casa.
É muito bom quando cada qual cumpre sua obrigação civilizadamente. Cumpri a minha e ele a dele. 
Para quem não sabe, em Niterói vigora uma norma que permite aos idosos a prática de exercícios na orla urbana entre 9:00 e 11:00 horas.

Por hoje, é só.


3 de junho de 2020

Cuidados sanitários excepcionais no Pub da Berê


Tendo em vista as recomendações dos especialistas em saúde pública e as normas legais emanadas das autoridades constituídas, adotamos, para maior segurança dos frequentadores e da sociedade como um todo, o seguinte protocolo, sem prejuízo de outras medidas julgadas adequadas, pelo próprios frequentadores:
-Maior espaçamento entre as mesas;
-Nas mesas, na távola central e no balcão, maior distanciamento entre as pessoas;
-Disponibilização, na entrada e nos toilettes,  de frascos com álcool em gel e toalhas de papel, além do tradicional secador a vapor.
-Gerente e garções usarão máscaras obrigatoriamente.
-Recomendamos o não compartilhamento de copos e taças.

Carlson - gerente - acaba de reabastecer nossa adega, e adquirir nova carga de cerveja.



E o James, com a amabilidade e presteza de sempre está aguardando seus pedidos.

Colocamos um novo alvo de dardos, no final do salão.


Sejam bem-vindos - Welcome - Bienvenue

No balcão o assunto em debate são as manifestações antirracistas em Nova Iorque (e várias outras cidades americanas), em Paris com grande adesão, e outras cidade mundo afora.

2 de junho de 2020

ANIVERSÁRIO DO RIVA


No pub não servimos refeições e por isso não temos infraestrutura, nem experiência, para planejar e preparar um  almoço ou jantar.

Mas como hoje é aniversário do Riva, contratamos o bufê ao lado para improvisar uma mesa onde ele possa recepcionar os amigos.


O cardápio é mais ou menos óbvio, sem extravagâncias ou exoticismo, para atender ao paladar médio.

Strogonoff de carne
Vamos saborear um strogonoff de mignon e de sobremesa um tiramisù. 

Tiramisù

O vinho é um Bordeaux de padrão médio. Água sem gás. E suco de frutas para quem referir.













Sirvam-se!

(Imagens pinçadas via Google)

1 de junho de 2020

Stonehenge


Stonehenge é um monumento pré-histórico localizado nas planícies de Salisbury, na Inglaterra, a 140 km de Londres. O círculo de pedras de 30 metros de diâmetro que conhecemos hoje são as ruínas de uma antiga estrutura que, dependendo da teoria, pode ter servido como templo religioso, lugar de cura, observatório astronômico ou mesmo um cemitério. Seja como for, essa estrutura começou a ser utilizada há aproximadamente 5 mil anos. 



O Stonehenge é de propriedade da Coroa e é considerado um ícone da cultura britânica. Em 1986 o monumento foi incluído na lista de patrimônio mundial da UNESCO e hoje em dia é um dos pontos turísticos mais famosos do mundo.

Acredita-se que a construção do Stonehenge tenha se iniciado ainda no período neolítico, por volta de 3000 anos antes de Cristo, e que o monumento tenha sofrido diversas modificações ao longo dos mil anos que se seguiram.



Stonehenge é uma formação de enormes e pesadas pedras (cada uma com aproximadamente cinquenta toneladas) arranjados em forma circular. Localizada a 130 km a oeste de Londres na planície de Salisburg, os maciços arcos esperam pacientemente o nascer do sol todos os dias nos últimos cinco mil anos.


Uma das teorias mais famosas fala que a construção era um grande e antigo calendário, projetado para acompanhar o tempo e importantes eventos astronômicos.
Alguns historiadores acreditam que não seja coincidência que durante o solstício de verão (o dia mais longo do ano) o Sol possa ser visto subindo exatamente acima da Pedra de Salto, quando observado de dentro do círculo. Por isso, essa pedra é também conhecida como "Pedra do Sol".


Nota: informações e fotos obtidas via Google.

31 de maio de 2020

FÉ e ESPERANÇA


O poeta  popular, no caso Léo Russo, anima nosso domingo e levanta nosso astral com um belo samba, composto com seu parceiro Léo Peres.

Assistam e ouçam clicando na imagem abaixo:




Acompanhem a letra inspirada:

Quando Tudo Isso Passar
Leo Russo

Quando isso tudo passar
Vai ter maratona de roda de samba
Quando isso tudo passar
Eu quero abraçar o meu povo e cantar
Quando isso tudo passar
Minha gente não perca a fé, a esperança
Quando isso tudo passar
A gente se encontra na mesa de um bar

Eu quero beber com meus amigos em Vila Isabel
Uma roda por dia
De Copacabana à Padre Miguel
Matar a saudade
Mangueira, Salgueiro, Império, Portela
Ficar agarradinho pela madrugada sambando com ela

29 de maio de 2020

O palavrão bem empregado


A divulgação do vídeo de uma reunião do presidente com ministros e alguns outros dirigentes de bancos públicos, trouxe a tona uma questão relevante.

Quando cabem e quando são inoportunos e censuráveis os palavrões? Desprezo a liturgia do cargo, falta de postura de estadista, no caso da malsinada reunião.

Em certos momentos, à boca pequena, numa conversa com interlocutor com o qual se tenha intimidade, o palavrão pode ser a melhor alternativa para dar a exata medida do que se pretende relatar, elogiar ou criticar.

Por exemplo, se quero dar a medida correta do quanto acho burro e despreparado o presidente, o que seria mais claro e preciso do que dizer que ele é burro p'rá caralho?

Se quero elogiar um amigo por uma atitude não muito digna, mas extremamente aceitável - como por exemplo ter comido a empregada da casa de um amigo comum -  nada como sublinhar o elogio com  o qualificativo: "você é muito filho da puta".

Observe que neste contexto não há ofensa a genitora, não há reprimenda, o que vem à luz é um quase elogio, um cumprimento. É ou não é?

Chico Anysio tem um show, ou parte de um, dedicado ao emprego do palavrão, do palavrão bem empregado.

Num certo momento, ao exemplificar com a situação de dizer como um camarada mora longe, ele explica:
"Se você diz que o cara mora na puta que o pariu, já se sabe que é longe. Todavia, se você diz que o cara mora na casa do caralho aí então é que o sujeito mora longe mesmo.

E arremata, com sua graça inigualável: à puta que o pariu você pode ir a pé, é perto; já para ir a casa do caralho tem pegar uma Kombi.

Mas ouça e veja, via YouTube, que tem mais graça:





Notas:
1. Nunca proferi um palavrão em conversa com cliente;
2. Nunca disse um palavrão diante de meus filhos enquanto eram menores de idade;
3, Aqui no blog evito muito o uso do palavrão em respeito as damas e pessoas que têm pruridos a flor da pele.
4. Hoje é exceção porque eles são o tema da postagem.

25 de maio de 2020

De volta à távola


Aos poucos as pessoas vão chegando e se enturmando. Neste momento provoco aos que já se acomodaram em torno da távola com uma situação hipotética.

Ocorreu-me porque há anos, num curso denominado "Psico-higiene no trabalho", fase de treinamento para executivos de uma multinacional, a psicóloga colocou-nos (eram 9 participantes) a seguinte indagação: se não fosse o que é, profissional e funcionalmente, que atividade ou profissão gostaria de exercer?

Perguntei, na minha vez,  se poderia responder duas atividades e fui autorizado. Então declinei livreiro e antiquário, ou seja, gostaria de ter uma livraria ou uma loja de antiguidades.

E ai, Carlinhos, quanto a você? E você, caro Riva?
Maria Cecilia, Ana Maria, Kayla e Alessandra já pensaram sobre o assunto?