16 de março de 2016

Os afonsinhos de agora

Pouca gente se lembra dele. Talvez os botafoguenses mais idosos, ou quem, também com mais idade, acompanha política além do futebol. Tempos do regime militar.

Mas o ex-jogador Afonso Celso Garcia Reis foi o primeiro jogador a conseguir, na justiça, direito ao passe livre.

Quando ele retornou de um empréstimo ao Olaria, já por si uma medida de afastamento, a diretoria do Botafogo suspendeu o contrato dele por causa da barba e cabelo compridos que ele se recusou a cortar.

Como já antecipei ele conseguiu liberação no tribunal de justiça desportiva.

Aqui, na foto abaixo, com Sócrates, que também usava barba comprida e também era ativista político.


Afonsinho e Sócrates
Se isso fosse nos dia de hoje, com jogadores impedidos de jogar tendo cabelo e barba compridos, algumas equipes, principalmente europeias, não teriam time para entrar em campo.

Vejam alguns exemplos, entre centenas de outros, mais ou menos conhecidos.


Pirlo

Raul Meireles

Adam Clayton

Isco

Cesc Fabregas

Sergio Ramos

Aaron Ramsey

Arda Turan
Aleix Vidal
Daniel Alves
Jordi Alba
Touré (Kolo)
Diego Costa
Ivanovic
Carrasco
Theo Walcott






Benzema
Piqué


8 comentários:

Paulo Bouhid disse...

Jorge, anos atrás...muitos... eventualmente um "aposentado" do futebol, levava um time pra jogar no Country Club (em Pendotiba), do qual sou sócio há 40 anos. Era montado um time cuja missão era fazer "o possível" contra os visitantes. O Gérson jogou lá várias vezes. O Júnior Baiano tb (acredite, não fez gol contra e tb não fez uma falta sequer). Mas o que deu gosto de assistir foi o Afonsinho no meio-campo. A mesma postura de sempre, cabeça erguida, lançamentos precisos... um show!!

Quando estava encerrando esta edição, me lembrei de um outro que jogou lá, e que sempre considerei um craque: Arthurzinho!!!

Jorge Carrano disse...

Bem lembrado, Paulo. O Arthurzinho era bom de bola mesmo.

Jorge Carrano disse...

Ele aceitou ou se ofereceu para sair da competência do Juiz Sergio Moro?

Dilma terá alguma autoridade hierárquica sobre ele, na prática? Ou ela vai virar "rainha da inglaterra"?

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/03/1750501-lula-aceitou-ir-para-a-casa-civil-anunciam-lideres-do-pt.shtml

Kayla disse...

Por favor, Jorge. Não pode comparar a barba e cabelo do "tio" Afonsinho com as do gato Sergio Ramos e do Ivanovic. O Daniel não comento porque parece desleixo. ashuashuashua

Jorge Carrano disse...

E eu, Kayla, estou na categoria gato ou a cor branca da barba denuncia "gato velho" que já não persegue ratinhas?

Kayla disse...

Hum! Você está um gatoso (gato idoso)e sua barba é aparada e os cabelos sempre penteados. Nem se compara ao visual do Tonico Pereira na novela Regra do Jogo.

Jorge Carrano disse...

Lula ladrão seu lugar é na prisão. Vejam e ouçam:

https://www.youtube.com/watch?v=BIaqIk4m4Pw

Carlos Lopes disse...

Carrano: o Afonsinho, além de ser um crack de bola, marcou sua presença na história do futebol brasileiro por sua independência, por não se deixar submeter a cartolas antiquados e ultrapassados. Já o encontrei por duas vezes, sem que ele soubesse quem sou. Uma, em Buenos Ayres, quando participava de uma partida de futebol de cinco, e estava hospedado no mesmo hotel que eu. Outra, em uma festa no Grajaú, onde um amigo comum, Promotor de Justiça que comigo trabalhava, nos apresentou formalmente. Conversamos rapidamente nas duas oportunidades e ele, sempre simples e humilde, continuava a afirmar que sua grande paixão no futebol era e continuava sendo o Botafogo, apesar de tudo de ruim que o clube fizera contra ele. Um dos gênios do meio de campo que vi jogar.