5 de julho de 2016

QUEM É VOCÊ ?



Por 
RIVA







Outro dia vi no Facebook um post que me chamou a atenção. Como muitos outros aplicativos existentes por lá, esse perguntava qual seria o título do livro da sua Biografia. Foi um baque ...

Lembrei-me que há uns 15 anos, em um treinamento corporativo da empresa InMind num hotel no Catete, uma das atividades consistia em cada um colar nas costas dos outros papeletas com adjetivos que classificavam o colega. Classificação livre !

Virei o centro das atenções, porque fiquei com as costas abarrotadas de papeletas, e pior, NUNCA soube o que estava ali, porque no exercício não se podia ver o que escreveram. Só o facilitador aproveitaria as colagens para continuar a atividade, estatisticamente, de forma a classificar a empresa pela classificação dos seus colaboradores.

Até hoje fico tentando imaginar o que escreveram em mim. E esse é o ponto principal nessa questão : o que os outros pensam de você ? Como o definem ?

No trabalho você pode ser visto de uma maneira, em casa de outra, no seu condomínio de outra ... enfim ... quem é o Riva ? Quem é você ?

A minha biografia certamente seria composta por versões do Riva em família, no ABEL onde joguei bola por 21 anos, no círculo de amigos mais chegados, nas empresas por onde deixei pegadas (todas profundas, com certeza), mais as impressões de 600 seguidores no Twitter, mais de 500 no Linked In (um Facebook profissional, com contatos do mercado de trabalho), por pessoas com pouco contato no seu dia a dia, no meu ir e vir, pelos fantásticos funcionários do meu condomínio, onde moramos desde 1982, pelos fanáticos amigos do WhatsApp Flu, que conversam diariamente há tempos ..... quem mais ?

Tem aquela máxima do tipo : imagine o seu velório ... quantas pessoas estarão lá ? Dá para mensurar ? Isso significa o quanto você foi admirado, querido, na sua existência ? Que pelo menos tenha 6 pessoas para carregar o caixão (rsrs).

Mas voltando ao tema, antes que vocês fujam para as montanhas, qual seria o título do livro da sua Biografia ?

Se fosse minha autobiografia, eu teria algumas alternativas, baseadas em um pouco do que sei de mim, e um pouco do que sei que pensam de mim. Vejam alguns :

a)O que vou ser quando crescer
b)Um tricolor easy rider
c)    Mr. Irreverência
d)  Fazendo a curva por fora
e)   Chutando com as duas
f)     Vai pra lá ? Então vou pra cá
g)   Sobre duas rodas, sempre
h)  Ramble on (edição estrangeira)
i)      Acabou mesmo ?
O que vou ser quando crescer?

Chutando com as duas


Easy Rider




Irreverente



E você, consegue listar uns títulos para a sua Biografia ?

8 comentários:

GUSMÃO disse...

Eu já escolhi a inscrição a ser colocada no meu túmulo, que serviria também como titulo de minha autobiografia. Será "Nunca falhei"

Jorge Carrano disse...

Gusmão,
Isto nem é epitáfio e nem titulo de livro, mais parece propaganda enganosa (rsrsrs).

GUSMÃO disse...

Você não entendeu. Eu nunca falhei como zagueiro central, nunca falhei nos horários combinados (sempre fui pontual), nunca falhei com amigos, e nunca falhei naquele jogo chamado cama-de-gato (o laço de barbante entre os dedos), sempre foram os outros que falharam. He he he he .

Jorge Carrano disse...

Riva,
Não vou escrever minha biografia. Um de meus filhos terá esta incumbência.

Mas se eu fosse escrever, provavelmente o titulo seris "Dobrei na esquina errada".

Riva disse...

Hmmmm ... Carrano, passo .... não vou pedir para vc justificar, mas é bem interessante e abrangente rsrs.

Vamos ver se surgem mais títulos interessantes.

Carlos Frederico disse...

Quem sou eu?
Se eu soubesse talvez tivesse curado uns 80% de minhas mazelas...
E quem sabe poderia criar um título para minha biografia.

Cheguei a fazer um post chamado "Carlos é Plural?", que alguns podem afirmar que seria o tal título, aliás bastante adequado. Quem sabe?

Conferir em
http://jorgecarrano.blogspot.com.br/2011/11/carlos-e-plural.html

Ana Maria disse...

Desculpe Riva. Ontem estive fora do ar (minha net é brasileira) e não li seu desafio.
Eu não acredido em biografias e sendo assim não seria hipócrita a ponto de escrevê-la, mas como brincadeira arrisco umas ideias.
Vou ali e já volto.
Um dia, finalmente saberei a verdade.
Fiz o que pude.
Sou o máximo - desagrado gregos e troianos.
Nunca votei no PT.
Você faria melhor sendo quem sou?

Riva disse...

Muito boas ! rsrsrs

O assunto é provocador, tipo, olhar para o espelho e dizer quem é essa pessoa ....