2 de abril de 2016

ZIKA pior do que Zico

Quem me conhece, ou acompanha o blog, já ouviu ou leu à exaustão que não admiro Zico. Foi um jogador mediano. Nunca foi campeão mundial com a seleção nacional (e teve 4 chances); teve passagem discreta pela Europa (nem Real Madrid e nem Barcelona; nem Inter  e nem Milan; nem Manchester e nem Chelsea; nem Bayern). E é um pé frio...

Mas o ZIKA é ainda pior. Acreditem.


Representação do virus Zika

Era sexta-feira (18/03) e minha mulher amanheceu com pequenas manchas no rosto, no colo e nas costas. Ficamos apreensivos e resolvemos que ela deveria ir à emergência do Hospital Geral do Ingá, o mais próximo de nossa residência.

Não deu outra coisa. Nosso receio se confirmou. Foi diagnosticado Zika, inobstante a ausência de outros sintomas. Apenas o exame de sangue revelou um baixo número de plaquetas: 102.000 mil/mm3.
Receitado soro, para hidratar, e a recomendação de repouso e ingestão de muito líquido.

Voltamos no domingo (48 horas após), quando ela já apresentava outros indícios: rosto, mãos e pés inchados, um pouco de dor nas articulações. O novo exame de sangue revelou uma baixa mais acentuada no número de plaquetas: 86.000 mil/mm3.

Soro caseiro
De novo, e já agora outro médico (plantonista), e as mesmas recomendações: hidratação e repouso. O soro poderia ser o caseiro (água, açúcar e sal), mas beber até não aguentar. E muito repouso.

A tarde uma discreta alteração na temperatura 37,1. Dor de cabeça suportável.

Na terça-feira (22/03), outro médico, mais sisudo (a médica da sexta-feira e o médico de domingo foram mais falantes), a vista do novo exame de sangue, que indicava uma pequena recuperação das plaquetas (116.000), determinou a continuidade do repouso (importante) e do soro hidratante. Voltem na quinta-feira.

Quinta-feira (24/03), o mesmo médico que a atendeu no domingo aguardou o exame de sangue, e falou de melhoras. A taxa de plaquetas já estava em 136.000 , ainda bem abaixo do ideal, mas apresentando recuperação. As manchas do corpo praticamente haviam desparecido.

Sábado (26/03)  novo exame, nós pretendíamos viajar para Teresópolis.

ALELUIA!!!

Sem nenhum sintoma, boa aparência e disposição, com as plaquetas em 150.000 mil/mm3, nível mais baixo aceitável para adulto, foi liberada.

A prescrição, com alta, foi  observar repouso moderado e continuar a hidratação (com qualquer  líquido, em especial água de coco) por alguns dias mais.

Em 8 dias estava recuperada. Ela tem saúde geral boa. Obedeceu às recomendações (repouso e muito líquido) e algumas coisas por nossa conta: Gatorade, inhame e goiaba na dieta.

Restou a dúvida. Onde ela foi contaminada? Em casa, embora possível, seria difícil pelos cuidados adotados.

Aedes
Provavelmente num ônibus, pois os das linhas 47-A e 47-B, que mais utilizamos, volta e meia apresentam mosquitos (é só observar atrás das cortininhas); ou então na Frutalha (uma espécie de Hortifruti). Mas são somente suspeitas. Não temos comprovação.

O resultado, experiência com o perigo, é que agora usamos repelente.

Pena não existir para PT e Lula, venderia bastante. 

40 comentários:

Carlos Frederico disse...

Se eu tomar esse soro caseiro (sal e açúcar) eu morro.
Tenho hipertensão e diabetes, ambos controlados mas existentes!
=8-/

Riva disse...

Os canteiros de obras do VLT são verdadeiras piscinas de águas paradas.
O calçadão da Pça XV também.
Marquises diversas alagadas.
Calçadas esburacadas e desniveladas.
Bueiros entupidos.

A cidade é uma ZIKA. A única defesa é o repelente. E rezar para não descobrirem que eles têm alguma substância cancerígena - provavelmente têm.

Solução : não nascer.

Jorge Carrano disse...

A verdade é a seguinte: viver é perigoso.

Jorge Carrano disse...

No Real X Barça:
Também fora do campo de jogo, com todo o respeito, o Messi fica com a bola de ouro, a Sra. Antonella Rocuzzo é o troféu.

Não obstante a presença da Sra. Romarey Ventura na disputa.

Para avaliar:
http://extra.globo.com/esporte/mulheres-de-jogadores-de-barcelona-real-madrid-disputam-classico-da-beleza-19005051.html

Ana Maria disse...

Corrijo. Viver no Brasil faz mal a saúde. Vc é mordido por mosquito, bebe água contaminada, consome frutas e vegetais com excesso de agrotóxicos e convive com uma economia e política que causam hipertensão, diabetes, úlcera e unha encravada.

Ana Maria disse...

Ah! Esqueci. A indicação para ministérios e secretarias de governo é por apadrinhamento político e não por conhecimento técnico específico.

Jorge Carrano disse...

Que aperitivo. Enquanto aguardava o Real Madrid X Barcelona, assisti, até agora, ao jogo Liverpool X Tottenham, que terminou 1 X 1. Jogão de bola como só se vê na Inglaterra atualmente.
O narrador do canal FOX, empolgado, repetia que aquele era outro esporte.
Certamente comparando com o futebol jogado no Brasil, que é uma lástima mesmo.
Agora vamos para a Espanha.

Riva disse...

Daki a 5 minutos começa Aquele Time do Mal x Bo..tafogo.
E depois Madura x FLUZÃO.

FLUi

PS1: Freddy, já colocou a cobertura na pizza ?

PS2: notícias inquietantes no Twitter sobre fazendas no Pará. A confirmar.

Jorge Carrano disse...

ECOS DO CLÁSSICO:

Mais de 99 mil pessoas assistiram no estádio. Milhões, em 184 países, assistiram pela TV.
Enquanto isso, no Brasil, neste futebol medíocre, Eurico e Bandeira de Mello não se entendem e por causa de vaidades o time dos urubus não poderá jogar em São Januário. Perdem os dois, perdem os torcedores, perde o futebol carioca.
Na Espanha nem o Messi e nem o Cristiano Ronaldo foram protagonistas. Claro que o gol do Ronaldo (bonito) foi decisivo, mas no geral ele jogou mal.
Se o Casemiro joga o que jogou hoje, não tem Fernandinho e nem Luis Gustavo na seleção brasileira.
O gol foi mal anulado. Absurdo!

Riva disse...

Ana, o pessoal técnico hoje está no 4º ou 5º escalão, não participa de nenhuma avaliação ou decisão relevante.

É o nosso 7x1 sem fim !!

Jorge Carrano disse...

E ainda tem um Felipe Peixoto que abandona o barco porque quer ser prefeito de Niterói.
Vade retro!!!

Carlos Lopes disse...

Concordo com você, Carrano. Zico foi apenas um bom jogador, a mídia "FRAMENGUISTA" o colocou nas alturas. Edu, seu irmão, foi muito melhor que ele. Pena que jogou no América, por isso não teve a projeção do irmão...

Jorge Carrano disse...

Pois é, Carlinhos, quando digo que o Edu jogava amais do que o Zico, dizem que é prevenção minha porque o Zico era do Flamengo (e sou vascaíno).

Mas sempre achei. E a crônica esportiva, não flamenguista, postulou pelo Edu na seleção, em 1969.
O João Saldanha com seu estilo direto e irreverente, numa entrevista que assisti, brincou: o Edu que tem que ser convocado já foi, já está na seleção. Referia-se ao ponta esquerda do Santos.

O Zico foi um pouco mais jogador do que o Antunes, outro dos irmãos, que jogou no Fluminense. Só isso.

Riva disse...

Sei lá, mas do que vi pessoalmente pelo Caio Martins e pelo Maraca, Zico jogou muito mais que todos esses juntos.

Não teve projeção nacional e muito menos mundial, mas foi um dos maiores que jogaram no Maracanã, na minha época.

Claro que houve outros muito bons, sem falar nos fora de série que vi jogar, como Garrincha e Pelé. Mas Zico foi um baita jogador de bola.

Jorge Carrano disse...

Você não tem obrigação de entender de futebol, caro Riva (rsrsrs).

Perna-de-pau ele não era, mas jogar bem no Maracanã, naquela época, naquele time do Flamengo, com Andrade, Adílio, Leandro e Junior, não era difícil.

O que sempre afirmei e agora tenho outra opinião para reforçar a minha, é que o irmão dele, Edu, era mais jogador.

Riva disse...

Discordo.
Edu não era melhor que Zico.

Isso é folclore de quem tem aversão ao Flamengo. Eu não tenho aversão ao Flamengo. Brinco sobre o time do mal, mas não tenho aversão a nenhum clube nem a nenhuma torcida. Na verdade, não sei porque, tenho uma total falta de simpatia pelo Botafogo e pelo Corinthians, ambos alvi-negros.

Realmente Zico jogou dentro de um timaço, que conseguiu até ganhar 2 campeonatos cariocas no mesmo ano kkkkkkkkkkk (coisas do futebol carioca). Mas o cara jogava muito .... no Maracanã.

Essa história de Edu e Antunes é briga de família. Estou fora. rsrsrs

Jorge Carrano disse...

Nunca esquecerei deste episódio. O goleiro francês, em entrevista há poucos anos, disse que o Zico denunciou onde chutaria.

https://www.youtube.com/watch?v=tggWbclF_tU

Minha opinião não é calcada em folclore. Eu assisto futebol há anos. Vi Zico e vi o Edu jogando. Se o Zico fosse um cara de caráter admitiria em alto e bom som que o melhor jogador da família foi o Edu. Ponto.

Eu vi Zizinho, vi Pukas (no Maracanã), vi Di Stefano, vi Cruiff, vi Zidane, vejo agora Cristiano Ronaldo, Messi e mais uma centena de jogadores melhores do que Zico.

Não passou de um bom jogador. Na Europa, Falcão, Romário, os Ronaldos têm muito mais prestígio e estão na memória dos torcedores.

Se você perguntar pelo Zico, em centros que jogam bom futebol, quem lembrar dele será pelo penalty perdido (mal cobrado) em 1978.
Nunca foi artilheiro fora do Maracanã. Já Romário, por exemplo, Holanda, Espanha.

Nunca foi cogitado para a Bola de Ouro, coisa que até o dentuço ganhou. E Kaka também.

Mas não pretendo você mude de opinião. Pode ficar com a sua ...

Eu formaria 10 seleções de melhores jogadores sem colocar o Zico. Claro, escalando do meio para a frente.

Zizinho jogou muito, mas muito mais. Até no Bangú.

Riva disse...

Carrano, repara como vc mesmo menciona diversos craques da bola, em épocas diferentes em termos de mídia e tecnologia - não adianta só botar o ovo ; tem que cacarejar !!

E vc em nenhum momento menciona o Garrincha. Nem a imprensa mundial o menciona quando relembra os craques do futebol. Coisas da memória seletiva.

Não mudo de opinião. Zico jogou muito, mas muito mesmo. Mais um na minha lista, sem aversão ou preconceito com o Flamengo.

Jorge Carrano disse...

Nem mencionei Pelé ou Maradona, e outros como Beckenbauer.

Jorge Carrano disse...

Por falar em prevenção, ou preconceito, Zizinho um dos melhores que vi a apontei no comentário, jogou anos no Flamengo e foi campeão 4 vezes pelo time da Gávea.

Eis a opinião de Pelé:

http://espn.uol.com.br/post/239574_video-primeiro-grande-idolo-de-pele-zizinho-foi-mais-completo-jogador-de-sua-geracao

Riva disse...

Não discuto a imensa qualidade do Zizinho, que não vi jogar. Só estou defendendo o Zico que vi jogar muitos anos no Maracanã. Jogou muita bola, pelo Flamengo, um "arqui-inimigo" da minha torcida.

Uma época marcante, com caras que faziam a gente tremer no Maracanã : qualquer jogo contra o Zico, contra o Roberto Dinamite, contra o argentino Fischer no Bostinha. E ainda lembro como hoje o Orlando Lelé (América) matando o meu FLU numa final de Taça Guanabara, com o Maracanã com uns 100.000 torcedores do FLU.

Isso sem falar em outros matadores, como o Caio Cambalhota, Luisinho do América, Amoroso, Roberto do Bostinha, Paulo Borges .... mas craque ? Zico era um deles.

Jorge Carrano disse...

Riva,
Pena que você não possa "ouvir" um imenso coro fazendo tsk, tsk, tsk, tsk.

Esse sorrisinho de censura é de uma multidão que não concorda com você, mas respeita.

Se eu chamar Zico de craque faltarão adjetivos par alguns fora de série que vi jogar. Vai ficar vulgarizado o adjetivo craque.

E agora vou dormir porque amanhã é segunda-feira.
Boa noite!

Carlos Frederico disse...

Acho Zico um dos melhores jogadores que vi atuando.
Não gosto de comparar, até porque às vezes são nomes de diferentes épocas e diferente padrão de jogo. Zico foi pé frio? Foi! Não ganhou nada com a seleção? Não, mas ganhou com o Flamengo.
Guardadas as devidas proporções:
- Enquanto Pelé jogou no Santos, o Santos ganhou quase tudo.
- Enquanto Zico jogou no Flamengo, o Flamengo ganhou quase tudo.
<:o)

Em tempo 1: Além de Pelé e Zico, quem me encantou de fato foi Romário. Sujeitinho tinhoso e cheio de marra, mas quando precisamos dele, chamou a responsabilidade para si e deu retorno. Cabra macho!

Em tempo 2: Longe de mim desmerecer a penca de jogadores que foi elencada nos comentários anteriores.

Jorge Carrano disse...

Freddy,
Conselho de amigo. Tenta física quântica, apicultura hindu do século XIII, os aborígenes da Oceania, ou coisas que tais, mas desiste de futebol.

Qual a diferença entre Ipojucan e Ganso? Qual diferença entre Ganso e Pastore?

Sessenta anos separam o primeiro dos outros dois, entretanto jogam igualzinho, ou, no caso do Ipojuca (que matava de raiva o Flávio Costa), jogava da mesma forma: clássica, cadenciada, com requinte técnico, mas com a bola nos pés, sem sangue nos olhos.

Nada impediria Pelé de ser rei, se iniciasse agora sua carreira. Assim como Messi, em 1958, encantaria o mundo.

Quem sabe, sabe.

Carlos Frederico disse...

Assim falou Jorge Carrano, o "petista" do futebol!
Olhe-se no espelho, está sendo radical contra o Zico como é contra todos de quem se desagrada.

Jorge Carrano disse...

Aponte, por favor, uma inverdade que escrevi sobre o Zico.
Se não conseguir encontrar reconsidere seu comentário, como faria qualquer pessoa medianamente educada. Não me venha com subjetivismos, tipo eu acho.

Não se sinta diminuído porque eu joguei mais bola do que você e conheço mais futebol do que você. Foram trajetórias diferentes, só isso.

Carlos Frederico disse...

Jamais me sentiria diminuído. Afinal sou músico (piano, sintetizadores, violão), fotógrafo (diploma profissional do New York Institute), astrônomo amador (cosmologia, astrofísica, etc), tenho dotes pra desenho a mão livre... Sou engenheiro de telecomunicações (filho da PUC) com experiência gerencial de pessoas (plantel de manutenção de centrais) e de processos (na área de interconexão entre as diversas empresas de telefonia do país).
O que menos me importa é não ter sido um ás da bola, qualquer garoto de favela pode fazer isso.

Jorge Carrano disse...

Veja como sua visão do esporte futebol (diversão juvenil também), é distorcida e preconceituosa.
Em post da semana passada, meu amigo Carlinhos (juiz de direito aposentado), escreveu em seu blog, ao final:
"Nas nossas reuniões atuais, os pais de família e hoje advogados, médicos, engenheiros, relembram, com saudade os "rachas" dos anos 60..."
O texto completo está em: http://calfilho.blogspot.com.br/2016/04/o-futebol-na-praia.html

Pois é, Freddy, cada qual fez sua jornada. Eu tive infância e adolescência.

Carlos Frederico disse...

Sua visão de futebol é míope. Corra os milhares de clubes do Brasil e me diga qual o percentual de jogadores com sólida base sócio-econômica.
Ums coisa é racha colegial, outra é precisar lutar pra ganhar a vida nesse esporte.

Jorge Carrano disse...

Seu irmão, que jogava com outros pais no ABEL, não é favelado. O Chico Buarque de Holanda pode ser tudo, menos favelado, pois tem seu próprio campo de futebol. O próprio ex-presidente Lula, que também organizava peladas na Granja do Torto, pode ser considerado um retirante, mas não favelado.

Donde reafirmo: você não jogou (ou jaga) futebol. Já declarou aqui no blog, mais de uma vez, que não acompanha futebol, logo, sua opinião sobre o assunto é de quem sofre de miopia, astigmatismo hipermetropia e discromatopsia futebolística.

Riva disse...

Só posso dizer, depois de ler tudo, que esse Pub da Berê é sensacional !!!!
Pena ser virtual !!

Fico imaginando um debate desses ao vivo, face to face ..... só não vale ir armado embaixo da mesa, como em BASTARDOS INGLÓRIOS ..... kkkkkkkkkkkk

Numa boa, vejo nessa discussão/debate uma riqueza enorme de posições, de antagonismos, de óticas diferentes de épocas outras ..... riquíssimo, espetacular.

Adoraria participar de um debate assim ao vivo com todos vocês.

A web é um chumaço de éter na cabeça do p.... !!

Parabéns a vcs dois pelo "embate" .... dois gentleman querendo sair na porrada, sem sair kkkkkkkkkkk

PS : não podemos marcar um debate ao vivo, regado a vinho e música ao vivo ?

Jorge Carrano disse...

Riva,
Vamos amadurecer a ideia, quem sabe ampliando o leque para incorporar outros amigos, frequentadores ou não do pub.

Riva disse...

Carrano, seia notável, com certeza ! Tentar juntar seguidores do Pub da Berê num determinado local, agendado. Quem aparecer, apareceu !

Estou relembrando minha tchurma do Pé Pequeno, dos Anos 60. Pensávamos já ser sensacional se conseguíssemos uns 10 num quiosque nas Charitas. Foram mais de 50 !! Foi espetacular rever aquelas criaturas todas !!! rsrsrrsrs demais

Jorge Carrano disse...

Dia 21 faço aniversário. Vou tentar negociar com meus filhos, para alterarmos os planos.
Não quero assumir nada porque tem fios soltos para emendar. Em princípio iríamos para Teresópolis, por causa de integrar a Ana Maria e, talvez, a Alessandra e o João.
Aqui em Niterói poderia integrar alguns outros amigos de diferentes tribos. Em especial do Liceu. Quem sabe o Paulo Bouhid, que é o mais novo "amigo de infância", que parece ser bom papo, tope conhecer pessoalmente o pessoal do pub. Como é vascaíno, já está credenciado.
Volto ao assunto.
Se não der no dia 21, planejaremos outra data.

Riva disse...

dia 21 é um dia perigoso, pois se transforma num feriadão por ser uma 5ª feira .... rsrs

Eu, p.e., se o trabalho dispensar a 6ª, subirei para Friburgo, com certeza.

Jorge Carrano disse...

Postulando vaga no Itamaraty, o Riva faz um esforço diplomático de composição.

Não fiz o curso Rio Branco, mas negociei muito na vida e aceitei a mediação (palavra da moda no judiciário).

Agora esperemos uma data oportuna para todos, com as agendas compatibilizadas.

Alessandra Tappes disse...

Bora encarar novamente "conversa fiada " na fila do Taberna Alpina dia 21/4?

Tudo se encaixa: sua vinda novamente (sua família, claro), seu niver e um filé surprise ou aquele suculento a parmegianna?

Já está anotado e tem torta de qualquer coisa q vc aprecie te esperando! (sugira o recheio...rsrs)

Jorge Carrano disse...

Alessandra,
Você sempre muito gentil, muito generosa conosco.

A comemoração do 21 de abril (niver) está em aberto. Há uma corrente querendo ir para Teresópolis, mas não para irmos ao Taberna Alpina, mas sim naquele outro salgado que a Erika quer conhecer.

De qualquer sorte, como disse, nada está definido. Daremos notícias, claro.
Bj.

Jorge Carrano disse...

O restaurante escolhido foi o "Viva Itália".

Jorge Carrano disse...

Destaques em algumas modalidades esportivas escolhem seus melhores do ramo:

Romário, como sempre, ganha o troféu de melhor frasista.

Assistam:

http://esporte.uol.com.br/futebol/listas/para-romario-cinco-melhores-da-historia-do-futebol-sao-ele-e-mais-quatro.htm

Ah, sim! Cadê Zico em alguma lista?