1 de abril de 2016

Quem está segurando o timão?

Quem está no comando? Quem está com o leme?

Dilma não é, porque ela vive reunida com alguns ministros discutindo as manifestações nas ruas, as delações premiadas, como salvar a pele de seu criador e outros temas de interesse partidário que não guardam relação com os interesses da sociedade.

O Planalto virou, para Dilma, um palanque. Ela o usa para defender não a sociedade, mas sim o seu mentor, seu guru, seu ídolo.



O barco está à deriva. A rota é de colisão. Preferiria que ela fizesse como o Francesco Schettino, mas antes que nossos danos sejam iguais aos do Costa Concordia.

Costa Concordia - avarias no casco

5 comentários:

Riva sem esperanças disse...

Continuo apostando na pizza do Freddy.

Um pacto de não agressão para cozinhar o galo até as eleições de 2018. Ninguém se machuca, ninguém trai ninguém, e jogam a responsabilidade para os incautos eleitores.

Um país regido pela MALDADE, um BRASIL BANDIDO. E consequentemente, informal, sem empregos, sem investimento, sem ordem nem progresso.

Ana Maria disse...

Dizem que Deus é brasileiro. Tomara que seja.

Carlos Frederico disse...

Se o objetivo é ver o contador de acessos subindo, pode investir em política. Mas constato que se assim o fizer, o pub Berê ficará em silêncio, no máximo um pitaco ou dois... Parece que os frequentadores cansaram disso... Está demorando demais a ter um desfecho, positivo ou negativo.

Riva disse...

Ana Maria, se Deus é brasileiro, não curte mais futebol (rsrs).

E por falar nisso, hoje às 15:30h tem Real Madrid x Barcelona. Imperdível !!

Jorge Carrano disse...

Falta o Marcelo Odebrecht.

http://g1.globo.com/politica/operacao-lava-jato/noticia/2016/04/teori-homologa-delacao-premiada-de-executivos-da-andrade-gutierrez.html