11 de julho de 2012

MUSAS


O blog já elegeu muitas musas. Desde o futebol feminino até o tênis, passando pela música e telejornalismo. Que revisito hoje.


Carla Vilhena
Carla Vilhena
Já substituí, por razões as mais diversas. Sabe como é, rainha morta rainha posta. Ou, “A rainha morreu. Viva a rainha!” No caso, musa.

Assim é que, com sua aposentadoria e afastamento das quadras, a Gabriela Sabatini perdeu seu posto para a Maria Sharapova.  Que, por sua vez, está em final de reinado.


Renata Vasconcellos
Renata Vasconcellos
No telejornalismo a musa era, na década de 1990, quando morava em São Paulo, a jornalista Carla Vilhena. Que simpatia, que sorriso, que covinhas na bochecha. E muita competência. Ela veio para o Rio, andou pelo “Fantástico”, “Jornal Nacional” e voltou para São Paulo. E eu voltei para o Rio.


 
Ticiana Villas Boas
Ticiana Villas Boas
Renata Vasconcellos estava no posto até que descobri o telejornal da Band, apresentado pela  Ticiana Villas Boas. Não é que a bahianinha tem um ligeiro sotaque muito gostoso, muita simpatia e charme!?



Patricia Poeta
Patricia Poeta
Mas de repente, não mais que de repente, a Fátima Bernardes resolve se afastar do "Jornal Nacional" e a Patrícia Poeta assumiu a bancada. Não obstante os predicados da Ticiana, que continuam intactos, a Patrícia Poeta é a mais completa das apresentadoras do momento: bem articulada, boa dicção, tom de voz gostoso e uma plástica admiravel.

Todas as citadas são mulheres casadas, discretas, que não se exibem na mídia. Encantam nas telas. E informam, além de tudo.

Renata Vasconcellos

Carla Vilhena




Ticiana Villas Boas
Patricia Poeta


Ei-las, em diferentes momentos, colhidos na internet.



7 comentários:

Luvanor Belga, MS disse...

Sr.Carrano,
Noto que o proprietário deste blog reconsiderou a perda que seria o espaço generalidades sem o seu comando e as suas percucientes e variadas postagens. E me deparo com questões de alta relevância questionáveis e também outras com leveza estética e bem-humoradas.
No campo das beldades midiáticas globais tenho minhas preferências, sendo uma delas a apresentadora Sandra Annenberg, que não entrou no rol de suas predileções.
Destarte, findo esta simples apreciação e anuncio que estarei fora de minha Corumbá nessas próximas férias escolares, com o propósito de acompanhar meus netos a um acampamento cristão em Atibaia, São Paulo. Atibaia é um recanto bucólico onde me parece que o inolvidável seresteiro Sílvio Caldas viveu os últimos dias
de seus 90 anos.
Mais uma vez, escuse-me pela extensão deste meu comentário.

Jorge Carrano disse...

Caro Luvanor, apraz te-lo de volta em comentários. E embora lamente sua ausência (espero que temporária) nestas férias, vejo como relevantes as razões: netos e Atibaia. Ou, melhor, com os netos em Atibaia é tudo de bom.
Aproveitem bem, divirtam-se.
Quanto a Sandra Annemberg, trata-se, com efeito, de ótima profissional. Com os atributos que creditei às outras citadas.
Ocorre, e espero ter sido entendido, que sou muito fiel as musas. Cada qual a seu tempo, mas com exclusividade. A do momento é a Patricia Poeta.
Apareça sempre que julgar oportuno.
Abraço

Anonimous disse...

Cada um tem seus sonhos televisivos de consumo carnal.
A minha preferida, minha apresentadora de estimação, é a nordestina com aquele sotaquezinho atraente da Band... Ticiana.

Jorge Carrano disse...

Muito bom gosto Anonimous, diria mesmo refinado. A Ticiana Villas Boas, como disse no post, reinou antes do aparecimento da Patricia Poeta no JN.
Seu leve sotaque baiano é uma gostosura. Entretanto ainda falta a Ticiana uma maior experiência em reportagens ao vivo e entrevistas. Falta um pouco de traquejo, ainda.
A escolha da musa não está ligada apenas aos fatores beleza e charme. É preciso ter competência profissional.
Abraço

Carlos Frederico disse...

Carrano, eu não ia comentar mas vamos lá... Das musas citadas, a única que faz mais ou menos o meu gênero é a Sharapova, apesar de já ter dito que deve ser chato levar uma bolacha dela. No mínimo nossa cara vai virar ao contrário!
A beleza da mulher brasileira não faz muito a minha cabeça, são morenas demais. Sou mais pelas nórdicas, apesar de que alguém já disse que os homens gostam das louras mas casam com as morenas... Não concordo mas funcionou comigo: acabei me casando com uma brunete (em fotografia, brunetes são as branquinhas com cabelo escuro).
Abraços
Freddy

Anonimous disse...

Em se tratando de telemusas ou telemiss do jornalismo global, afora ou incluindo predicados físicos e intelectuais, acredito que todas elas já leram "O Pequeno Príncipe"...rsrsrs
Competência profissional tem-na a Sandra Passarinho.

Jorge Carrano disse...

Concordo, Anonimous, que no quesito competência a Sandra Passarinho só encontra rival na sua xará e contemporânea Sandra Moreira, filha do grande jornalista (botafoguense) Sandro Moreira.
Mas as duas Sandras foram musas no século passado (rs).
Abraço
Carrano