25 de junho de 2017

Segurança jurídica X impunidade

A  imprensa de um modo geral, na voz e textos de articulistas políticos, bem como grande parte do judiciário, comemorou a decisão do Supremo Tribunal Federal que deu segurança jurídica ao instrumento da colaboração premiada, ao chancelar, em decisão plenária, o acordo feito com um dos maiores escroques da história - um ser abjeto - e que foi homologado pelo ministro Fachin, membro daquela alta corte de Justiça.

Janot e Fachin
Ora, se de um lado a delação premiada ajuda a desvendar e trazer à luz delitos que dificilmente seriam conhecidos e comprovados, por outro favorece delinquentes que deveriam pagar por seus crimes. Além de acobertar bandidos menores que ficarão fora do alcance da  lei.

Querem um exemplo? Quem são o juiz e seu substituto comprados por Joesley Batista? Notem que ele não só compra um magistrado como, por garantia, pelo sim pelo não, compra também seu substituto. Vi e ouvi a gravação feita na conversa com Temer.

Peraí, temos um juiz vendendo favores, a solta por aí, e nada podemos fazer?  Temer prevaricou, não denunciando de imediato o que acabara de ouvir. Mas o MP também.


Cá para nós, no mínimo o que se pode pensar é que o Janot e a PGR não sabem negociar. Os termos deste acordo extrapolam o bom senso. O cara está por aí flanando, dando entrevistas, viajando para lá e para cá, posando de herói nacional, quando o que revelou para todos nós foi sua face de corruptor profissional, de bandido. 

Engambelou três presidentes, comprou ações e silêncios de parlamentares e até membros do judiciário.

E vai ficar por isso mesmo? E o BNDES vai recuperar a grana com que inundou os cofres da JBS e de sua controladora a J&F?

O patife deve estar apostando numa reviravolta política e na ressurreição de Lula, que tal qual uma Phoenix ressurgirá das cinzas, via eleições em 2018.

Lula e os irmãos Metralha, perdão, Batista
Não agiu de igual forma com Lula e Dilma.



Imagens obtidas no Google.

4 comentários:

Jorge Carrano disse...

Este patife - Joesley - é tão nocivo à sociedade quanto Temer e assemelhados.

Temos que execrar suas manobras ilícitas, sua empáfia, seu desplante e sua falta de ética empresarial.

Por que a PGR fez um acordo tão magnânimo? Com um delinquente que afirmou em alto e bom som, para o presidente da República, que comprou um juiz?

Vai acabar em pizza para ele?

Jorge Carrano disse...

Datafolha:

http://g1.globo.com/politica/noticia/lula-tem-30-bolsonaro-16-e-marina-15-aponta-pesquisa-datafolha-para-2018.ghtml

Jorge Carrano disse...

Nelson Motta, em sua coluna no jornal O Globo, edição de sexta-feira , dia 15 de setembro, fez uma perfeita, irretocável análise de Lula, o molusco de Garanhuns.
Segundo o cronista ele (Lula) é amante da glória, da boa vida e do poder.

Mente descaradamente, e é chegado a bravatas.

Perfeito!

Jorge Carrano disse...

Acredito mais no Palocci do que em Lula.

https://oglobo.globo.com/brasil/palocci-diz-que-entregou-macos-de-30-mil-r-50-mil-lula-21828029